Qual a diferença entre criatividade e inovação?

criatividade e inovação

Sabemos que criatividade e inovação é algo que está cada vez mais importante no mercado de trabalho e cada vez mais as pessoas estão buscando por escola de inovação e meios para serem criativas e inovadoras. Mas, será que você sabe qual a diferença entre criatividade e inovação?

Normalmente, as duas palavras são tratadas como sinônimas, mas isso é um equívoco!

As duas expressões estão conectadas a conceitos fundamentais dentro do universo atual do empreendedorismo, mas cada termo tem sua propriedade e diferenças que devem ser esclarecidas para o sucesso do seu negócio


Quais as principais diferenças?
diferença entre criatividade e inovação

A criatividade é algo que depende ao pensamento e a habilidade de criar ideias e gerar novos conceitos de uma maneira prática. Normalmente quem é criativo tem uma visão paralela e diferenciada sobre o mundo, sempre adquirindo um pensamento em coisas novas a cada momento absorvido (experiência). 

As pessoas com criatividade possuem mais desenvoltura para construir ideias, são pessoas que buscam sair da comodidade e olhar as coisas sempre com uma panorama diferente da habitual e consequentemente conseguem gerar novas ideiasA criatividade por ser intangível pode ser difícil ser medida, mas a inovação é referente a uma nova ação que ocasionará novos resultados. Em outras palavras, quer dizer mudar a ordem das coisas com objetivo de êxito. 


Sobretudo, a inovação é mensurável! Se um processo estável é alterado e acontece uma alteração positiva no projeto final que é percebido pelo consumidor, temos uma inovação.  A inovação é uma solução que surge para algo que não era reconhecido como uma necessidade de mudança e acaba introduzindo alterações em um sistema estável. As organizações precisam de inovação constantemente para criar soluções adequadas. 


Dessa forma, a criatividade tem mais valor para gerar, atendendo a uma necessidade do consumidor e inovação é o procedimento para transformar a ideia em realidade. Muitas vezes os problemas das empresas é que possuem muita criatividade (ideias) e muita dificuldade para colocar em ação tudo o que pensaram. 



Leia também: Como está o mercado para gestores de negócios?


É normal que alguns indivíduos sejam mais criativos e outros sofram de bloqueio de criatividade e invistam em treinamentos para aprender como ser criativo e inovadorContudo, não vai ser um curso com dicas de como ser criativo e inovador que vão transformar a vida de alguém, se essa pessoa não “colocar a cabeça para trabalhar”. Isso mesmo: criatividade não é fruto de talento ou dom, mas é fruto de muito treino. 



Podemos dizer que a criatividade é o passo anterior a inovação 
passo para trás - criatividade

Mas é necessário lembrar que ser criativo às vezes não basta, pois ideias surgem o tempo todo em todos os cantos do mundo, ideias iguais e que se conectam. Toda mudança que surge diariamente no mundo.  

Temos escolas de inovação que podem ajudar um empreendedor a conseguir executar sua ideia gerando valor às pessoas e resultados positivos


Você sabia que existem dois tipos de inovação?
dois tipos de inovação

Inovação incremental

É a inovação quando um produto obtém novos componentes em relação ao que era antes, sem que tenha acontecido mudanças básicas no produto.

Alguns exemplos de inovação incremental são as escadas rolantes e máquinas fotográficas digitais. As escadas rolantes e máquinas fotográficas não nasceram com as funcionalidades que conhecemos hoje, essas foram incrementadas. 

Em feiras de tecnologia podemos encontrar muitos exemplos de inovação incremental.


Inovação disruptiva

Podemos pensar nas ideias que “quebram barreiras” e apresentam ideias que nunca imaginamos precisar! 

Como inovação disruptiva podemos pensar nos aplicativos de encontros e entregas de comida que nasceram revolucionando o mercado. Na verdade, ao meditar em inovação precisamos sempre associar tais tecnologias à revolução, pois esse é o principal objetivo desses produtos e serviços diferenciados.   


Veja também: 4 oportunidades para fazer o curso de Gestão de Negócios em EAD.


As tendências de negócios para o futuro estão cada vez dependendo mais de inovações. Hoje podemos observar uma transferência gigante de empresas físicas para o ramo de negócios digitais. Temos também a inteligência artificial que também é algo bastante ligado a inovação onde a principal função é executar atividades no lugar de seres humanos; E também a automação, produtos sustentáveis, desenvolvimento humano, etc. 

Quando se pensa em em inovação para as tendências do futuro é importante observar empreendedores de sucesso, como é o caso do Antoninho Trevisan, fundador da Escola de Negócios Trevisan. Vale lembrar que a oportunidade da Universidade surgiu de um histórico de observações no mercado e naquilo que os clientes precisavam. 

Portanto, além de criatividade e inovação serem complementares, só funcionam quando olhamos para aquilo que o mercado demonstra precisar.  

Gostou desse conteúdo? Continue a navegar Trevisan Escola de Negócios e cadastre-se em nossa newsletter para conhecer mais artigos como esse.
experimente grátis - trevisan online