Você sabe o que é risco-país e como ele influencia sua decisão?
Risco país e como influência sua decisão

O risco-país é um conceito econômico/financeiro que diz respeito à possibilidade das mudanças no ambiente de negócios de um país, que impacte negativamente os valor dos ativos de indivíduos ou empresas estrangeiras naquele país. O risco-país tem por objetivo indicar o grau de instabilidade econômica, política e financeira de um país. Dessa maneira, é nada menos que a avaliação do risco de crédito a que investidores e empresas estrangeiras estão submetidos quando investem num país.


Leia também: Entenda como investir na bolsa de valores sem medo


O risco-país é medido com base nos títulos públicos de curto, médio e longo prazos emitidos pelo governo federal. Este está relacionado ao nível de inadimplência do governo. Para chegar num resultado, as agências de rating, consideram alguns fatores, que podem ser:

  • Déficit Fiscal;
  • Sistema Financeiro;
  • Índices Econômicos e financeiros;
  • PIB;
  • Ambiente Político;
  • Entre outros.


Risco-país: segurança do mercado e dos ativos financeiros mantidos no país
risco país - segurando no mercado e ativos financeiros

É importante destacar que existem muitas consequências ruins com o aumento do risco-país, e o mais representativo deles é a fuga de capitais de estrangeiros por país de alguns dos grandes fundos de investimentos, que tem como política, investir apenas em países com baixo risco. Assim reduzem os recursos disponíveis, o que faz com que tenhamos menos investimento na economia, e por fim, menos índices de geração de empregos. 

Outro impacto importante é o custo de capital, que faz com que o governo e outras empresas tenham mais dificuldades em conseguir empréstimo no exterior com condições mais vantajosas. Isso faz com que tenhamos menos moedas estrangeiras na economia, e uma desvalorização do Real frente a estas moedas.

A relação da influência do risco-país nas decisões de financiamento e investimentos, pode ser explicada de forma simples: quanto maior for o risco de um país, maior é a sobretaxa paga para o Tesouro exterior. Isso significa que o resultado desse índice implica em uma maior taxa de juros do título público.


Dica de leitura: Aprenda os principais produtos do mercado financeiro


A principal consequência do aumento do risco-país, é a menor atração de investimento estrangeiros para o mercado financeiro nacional, o que faz ter um menor crescimento econômico. Isso pode levar ao aumento de desemprego, e diminuição dos salários da população.

Isso acontece porque as empresas têm mais dificuldade em buscar e conseguir financiamentos em outros países. Ao mesmo tempo, há uma elevação da taxa básica de juros da economia, o que ocasiona um impacto de custeio mais significativo. Sendo assim, o risco de um país é o principal balizador na tomada de decisões dos investidores, que podem emprestar, ou não, dinheiro para o mercado financeiro e para as instituições que estão nele.

Todo tipo de investidor, iniciante ou experiente, precisa ter a clara consciência do que se trata o risco-país, de modo que, sempre que surgem notícias a desse parâmetro financeiro, o sinal de alerta possa ser ligado no que diz respeito a conjuntura da carteira de investimentos a longo prazo.